3 dicas para fidelizar clientes

3 dicas infalíveis para fidelizar um cliente

Sair de casa para trabalhar ou para passear todos os dias abrem oportunidades para um aprendizado continuo.

Deixem-me contar uma experiência.

Como de costume abasteço o meu carro em um posto de combustíveis próximo da minha casa.
Sempre gostei do atendimento, a alegria dos frentistas é contagiante, eles literalmente cantam e são muito ágeis.
Apesar de achar um pouco perigoso, já vi em alguns momentos “pequenos arranques de corrida” para liberar os clientes que estão com mais pressa.

Os frentistas sempre me oferecem alguma novidade, como exemplo, a possibilidade de acumular os abastecimentos e pagar quinzenalmente ou na data que melhor me convier para que eu não precise sempre me preocupar em portar o cartão (plástico).

No último abastecimento e como de costume, pedi para encher o tanque e fui prontamente atendido.

Café com leite e pão de queijo

Me ofereceram um café, eu aceitei.
O frentista me perguntou se poderia ser com leite.
Eu respondi que sim.
Aceita um pão de queijo para acompanhar o café? Ele me perguntou.
Eu devolvi um grande sorriso e respondi, “Seria ótimo!”.

Um minuto depois eu recebi uma xícara com um bom café com leite junto a quatro pãezinhos de queijo deliciosos, tudo quentinho e fresquinho.
“Que surpresa, eu fui apenas abastecer!”

Não parou por ai.
Enquanto ocorria o abastecimento, o frentista observou que o saquinho de lixo estava cheio, então ele me pediu para eu entrega-lo, e me deu um novinho (personalizado do posto) em substituição.

O frentista também observou que um dos pneus estava “um pouco baixo” e não perdeu tempo me perguntando se eu gostaria que ele enchesse. Como já conhecia a minha preferência (histórico), sabia que deveria aplicar a pressão de 32 psi, e foi o que ele fez.

Confesso que no final, esperei que ele me cobrasse o abastecimento e a xícara de café com leite junto com os quatro pãezinhos de queijo, mas que nada, paguei apenas o valor da bomba. (Ressalto que o propósito aqui não é discutir pricing ).

No final, realizei o pagamento e segui o meu caminho. A experiência de compra foi ótima!

Colegas, observem as dicas valiosas que podem ser extraídas deste meu relato.

1 – Não se acomode mesmo com resultados positivos.
Por motivos de comodidade e pelo bom atendimento que eu habitualmente recebia, eu já era um Cliente do posto de combustíveis, mas nem por isso eles se acomodaram e deixaram de inovar.
Já ouviu o ditado, “mente vazia abre espaço para outras coisas”?
Neste contexto eu digo que podemos nomear “outras coisas” como Concorrência.
Seja criativo, teste as ideias, mantenha as boas, substitua as ruins, mas sempre apresente novidades ao Cliente.

2 – Seja atencioso, prestativo e ágil.
Infelizmente o estilo de vida atual nos traz a sensação que não temos tempo para mais nada.
Com o seu Cliente ocorre o mesmo.
Procure processos ágeis e pró-ativos, sem esquecer que estamos falando de pessoas atendendo a pessoas.
Atenção e respeito são ações que qualquer um espera.

3 – O café com leite e o pão de queijo precisam estar fresquinhos e quentinhos.
Alguns pensam que a coisa mais importante é ter boas ideias, outros pensam que conseguir executá-las é o mais importante.
Eu penso que entregar a proposta de valor corretamente é o que importa.
Cuidado para não colocar um elefante sobre em uma rampa de papel e uma pulga em uma plataforma de aço.
Já me deparei várias vezes com boas ideias que foram executadas de forma errada e não tenho dúvidas de que esta é uma ótima maneira para rasgar dinheiro e direcionar o cliente para a concorrência.
Que tal planejar a entrega?
Pense na capacidade, pense nas pessoas, treine, oriente, simule.
Estas são algumas dicas que podem fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso de sua ação.

Antes de finalizar quero compartilhar uma 4ª dica “surpresa” que não compõe o titulo deste Post.
4 – Reconheça quem é realmente importante.

Antes de sair do posto de combustíveis, fiz um elogio ao frentista.
Ele com o seu “jeitão” me olhou e disse a frase que utilizo para fechar este artigo.

O Senhor não precisa me agradecer, pois na verdade o senhor não precisa de nós, somos nós que precisamos muito do senhor.

Forte abraço a todos!